Dúvidas frequentes sobre Audição

Ouvir é a primeira maneira com a qual a gente interage com o mundo. Nós ouvimos para depois falar. Sem ouvir a pessoa fica muito limitada. É um dos sentidos mais importantes. A importância do ouvir bem, faz toda a diferença em sua vida.

Audição - Ouvir Melhor

Ouvir é viver... e ouvir bem, faz toda a diferença. 
Quando se é afetado pela perda de audição,  VOCÊ perde mais do que apenas sons, VOCÊ perde uma vida!

Como a audição pode nos ajudar?

Nossos ouvidos também nos ajudam a perceber o que está ocorrendo a nossa volta. Além de perceberem os sons, eles também nos dão informações sobre a posição de nossos corpos, sendo parcialmente responsáveis por nosso equilíbrio. O pavilhão auditivo (orelha externa) concentra e capta o som para podermos ouvir os sons da natureza, diferenciar os sons vindos do mar do som vindo de um automóvel, os sons fortes e fracos, graves e agudos.

Por possuirmos 2 orelhas, uma de cada lado da cabeça, conseguimos localizar a que distância se encontra o emissor do som. Percebemos a diferença da chegada do som nas duas diferentes orelhas. Desse modo, podemos calcular a que distância encontra-se o emissor. O poder de nossas orelhas captam e concentram as vibrações do ar, ou melhor, as ondas sonoras, que passam para a parte interna do nosso sistema auditivo, as orelhas médias, onde a vibração do ar faz vibrar nossos tímpanos - as membranas que separam as orelhas externas das médias.

Como nós ouvimos ?

O som caminha em forma de ondas sonoras no meio ambiente e é captado pela Orelha Externa e enviado pelo Canal Auditivo externo para o Tímpano.

Essa vibração, por sua vez, será transmitida para três ossículos, o martelo, a bigorna e o estribo. Através desses ossos, o som passa a se propagar em um meio sólido, sendo assim transmitido mais rapidamente. Assim, a vibração chega à janela oval - cerca de vinte vezes menor que o tímpano - concentrando-se nessa região e amplificando o som.

Da orelha interna, partem os impulsos nervosos. Nosso aparelho auditivo consegue ampliar o som cerca de cento e oitenta vezes até o estímulo chegar ao nervo acústico, o qual levará a informação ao cérebro. Quando movemos a cabeça, movimentamos também os líquidos existentes nos canais semicirculares e no vestíbulo da orelha interna. É esse movimento que gera os estímulos que dão informações sobre os movimentos que nosso corpo está efetuando no espaço e sobre a posição da cabeça, transmitindo-nos com isso a noção de equilíbrio.

Ouvido - audição

Como é dividido o ouvido?


  • Orelha externa
    Inclui o pavilhão auricular, meato acústico externo e membrana timpânica.

  • Orelha Média
    Onde se encontra os menores ossos do corpo humano, martelo, bigorna e estribo.

  • Orelha Interna 
    O som é processado pela cóclea e as informações que afetam o equilíbrio são processadas pelos canais semicirculares.

  • Qual é a função da orelha?

    A orelha é mais conhecida como o órgão do sentido da audição, mas ela também ajuda a manter o equilíbrio – a orientação postural – e o senso de direção.  Dentro da orelha interna, há um “equipamento” de percepção de equilíbrio: os canais semicirculares, também chamados de labirinto que são preenchidos por líquido. Essas estruturas não participam do processo de audição. Quando movimentamos a cabeça, o líquido se desloca dentro dos canais. O deslocamento desse líquido estimula nervos específicos, que enviam ao cérebro informação sobre a posição do nosso corpo em relação ao ambiente. O nosso cérebro interpreta a mensagem e comanda os músculos que atuam na manutenção do equilíbrio do corpo.

    Quando percebemos a poluição sonora ?

    Percebemos a poluição sonora quando os ruídos nos ouvidos incomodam, por serem muitos altos para o nosso sistema auditivo. A audição humana, em níveis normais, capta sons a partir de 10 ou 15 decibéis. Até cerca de 80 a 90 decibéis, os sons são inofensivos à audição humana. Acima dessa medida, podem provocar dores de cabeça, irritabilidade e insônia e, sobretudo, diminuição da capacidade auditiva, conhecida como perda de audição.

    Quais os sinais de perda de audição?


    • Ter que pedir às pessoas para repetir frases com frequência.

    • Dificuldade para acompanhar conversas com ruídos de fundo ou em situações de grupo.

    • Ter dificuldade em ouvir a voz de crianças e de mulheres.

    • Assistir TV ou ouvir rádios em volumes mais altos do que o normal.

    Se eu possuo perda de audição em ambos ouvidos, eu preciso usar 2 aparelhos auditivos?

    Os especialistas geralmente recomendam o uso de 2 aparelhos auditivos para pessoas que têm perda auditiva em ambos ouvidos. Isto é chamado de uso binaural. 2 aparelhos auditivos ajudam a melhorar a audição em ambientes ruidosos, a localização sonora e o aprimoramento à clareza e qualidade sonora. Estudos mostram que as pessoas ficam mais satisfeitas com seus aparelhos auditivos quando usam um em cada ouvido.

    Quais são os tipos de Perdas de Audição?


    • Perda de Audição Condutiva.
      Compromete as estruturas responsáveis pela condução das ondas sonoras.

    • Perda de Audição Neurossensorial.
      Compromete as estruturas responsáveis pela decodificação das ondas sonoras.

    • Perda de Audição Mista.
      Compromete as estruturas responsáveis pela condução e decodificação das ondas sonoras.

    Quais as causas da Perda de Audição?


    • Barulhos excessivos.
      Exposição prolongada a ruídos e sons muito elevados

    • Presbiacusia.
      Relacionada à idade.

    • Medicamentos.
      Alguns remédios prejudicam a audição.

    • Otites repetitivas.
      Inflamações ou infecção do ouvido em humanos e animais.

    • Trauma acústico.
      Dano causado no ouvido provocado por ruído repentino e potente.

    O que quer dizer presbiacusia?

    É conhecida como perda de audição em idosos. De acordo com Academia Brasileira de Otologia presbiacusia é o envelhecimento natural do ouvido humano, resultante da somatória de alterações degenerativas de todo o aparelho auditivo. Consiste em uma perda bilateral da audição para sons de alta freqüência, acompanhada, geralmente, por uma perda desproporcional do reconhecimento da fala, sem história prévia de doença sistêmica ou auditiva severa, mas com a ajuda dos aparelhos auditivos melhoram muito a vida dos idosos.

    Perda Auditiva em idosos  presbiacusia

    presbiacusia ou Surdez do Idoso constitui-se em um dos mais importantes fatores de desagregação social. Estudos recentes demonstram que de todas as privações sensoriais, a perda auditiva é a que produz efeito mais devastador no processo de comunicação do idoso.

    perda auditiva na terceira idade é um sério fator de limitação do indivíduo e pode levar o idoso ao isolamento se não houver a participação da família.

    Importação de ouvir

    Para saber mais sobre Audição

    Ligue para (11) 2365-8549 ou (11) 2694-1351 ou clique aqui e entre em contato por email.

    Tags: aparelhos auditivosperda auditivaadaptação de Aparelho auditivo, fonoaudióloga, audição, ouvir melhor, tipos de aparelhos auditivos, lista de aparelhos auditivos, classificação de aparelho auditivo